Dicas: Doenças parasitárias de pele mais comuns

Posted on

Algumas das bactérias mais perigosas, como o Treponema pallidum, que provoca a sífilis, também se podem disseminar pelo sistema nervoso central, quando não tratadas a tempo ou da forma conveniente.

No entanto, os sintomas podem não aparecer, permanecendo no organismo e infectando outras pessoas através do contato sexual. Depois de uma semana da infecção, alguns deles podem se manifestar, embora a bactéria possa ficar muitos meses sem se manifestar no organismo. Mais difícil de ser diagnosticado, o micoplasma pode estar associado a outras doenças sexualmente transmissíveis, exigindo um tratamento criterioso por parte da pessoa infectada. A infecção pode também ser provocada pelo uso de objetos eróticos, pela masturbação ou pela fricção mais vigorosa dos órgãos genitais, criando uma inflamação na uretra. A sarna, também conhecida como escabiose, é uma doença de pele contagiosa, provocada pelo ácaro Sarcoptes scabiei. Trata-se de um tipo de parasita que não consegue viver mais de 3 dias longe da pele humana, já que se alimentam das proteínas da pele, especificamente da queratina. Juntamente com a micose e com infecções bacterianas, trata-se da doença de pele que mais ataca na infância. Pode parecer estranho, mas você sabia que podem existir mais criaturas em nossa pele do que em todo o mundo? O número de bactérias e insetos que vivem no corpo humano pode chegar a 150 vezes mais seres humanos na Terra, englobando cerca de 500 espécies diferentes.

Saiba mais sobre Microbiologia Geral, vírus, bactérias, fungos, parasitas, Biologia, microorganismos, áreas de estudo

  • Tricomoníase, provocada pelo Trichomonas vaginalis;
  • Piolhos públicos, com a presença de Pthirus púbis no organismo;
  • Sarna, causada pelo Sarcoptes scabiei mites.

Foto: Reprodução/ internet Esses seres vivos que vivem em nossa pele podem causar problemas, como inchaço, lesões, coceira e erupções cutâneas, o que faz com que se tornem mais notáveis.

Outros problemas que podem ser causados por eles, são as infecções causadas por parasitas e bactérias, além de outras complicações. Quando ficamos doentes, é normal o volume de bactérias no organismo aumentar, gerando uma verdadeira guerra no corpo que passa a combater as que provocam uma determinada doença. Com informações de Curiosity Sergey Volkov - RF - Thinkstock Diferença entre fungos, vírus e bactérias está no modo como atacam ao organismo. “Antimicrobiano” é um termo mais geral e inclui qualquer medicamento que combata micróbios causadores de doenças, sejam eles vírus, bactérias, fungos ou pequenos parasitas. Geralmente, esses parasitas se aproveitam dos nutrientes de nosso organismo sem causar problemas – e alguns até fazem bem, como certos lactobacilos que evitam infecções. Uma vez que os parasitas chegam ao organismo, se proliferam no intestino e desenvolvem uma série de sintomas que pioram a saúde conforme vão invadindo o corpo. Infecção é o contato de microrganismos, a maioria potenciais causadores de doenças, com um organismo vivo como nosso corpo. A contaminação pode se dar pela ingestão de alimentos infectados pela água durante o seu preparo ou pelo contato com a pele, durante o banho ou qualquer outra atividade. Vários vírus, germes, parasitas e bactérias podem contaminar a água, na maioria das vezes pela via fecal-oral, e causar quadros bem graves de diarreia.

  • Nitazoxanida: Mais conhecida pelo nome comercial Annita, é uma substância antiparasitária intestinal que tem ganhado bastante popularidade nos últimos anos.

Transmitida principalmente pelos ratos de esgoto, a leptospirose se dá por diversas formas, sendo a principal, pelo contato direto da pele humana com a água contaminada pela urina dos roedores.

Os principais sintomas são: febre alta durante 3 dias, dores no corpo e nos olhos, cansaço e falta de apetite, podendo haver também erupções na pele semelhante ao sarampo. Esse microrganismo pode ser encontrado na terra e na água, ou ainda em plantas, mas só mostra a que veio quando invade um organismo animal – incluindo a nós, humanos. Mas tem mais um lado sacana nesta bactéria: ela pode viver perfeitamente bem em um organismo vivo sem se tornar um parasita. 4 – A mordida que deixa uma coceira que dura anos Imagine um parasita que se espalha logo debaixo da pele, pelo corpo todo, até mesmo nos olhos, tornando-os opacos. Em pouco tempo você terá centenas de milhões de vermes microscópicos se espalhando pelo sistema linfático, pela pele e pelas córneas. [Vidyasagar, 2016] Apesar da discordância de opiniões, os vírus estão entre os principais microrganismos patogênicos, juntamente com fungos, bactérias e protozoários, podendo causar doenças infecciosas. As doenças infecciosas são, geralmente, provocadas por microrganismos (bactérias, fungos, vírus, parasitas, etc.) Exemplos de microrganismos perigosos que podem originar doenças de origem alimentar: - Bactérias – Salmonella, Shigella, Campylobacter e E. coli; - Parasitas – Giardia, Trichinella; - Vírus – Hepatite A, Norovírus. A transmissão do agente infeccioso através da água pode ocorrer pelo contato com a pele durante o banho, pela ingestão ou pela aspiração desses micro-organismos presentes na água.

  • Eczemas;
  • Urticária;
  • Erupções e grânulos;
  • Coceira;
  • Inchaço de braços, pernas, seios e/ou áreas genitais;
  • Elefantíase;
  • Pele seca.

Por mais que não se faça diretamente na água, a chuva pode acabar levando os dejetos e se a pessoa estiver contaminada pelo vírus, acaba por contaminar a água.

A esquistossomose pode ser adquirida através da ingestão de água contaminada, mas sua principal via é através da pele em pessoas que se banham em águas contaminadas pelo parasita. A otite pode ser causada por bactérias ou fungos, e águas com elevado grau de contaminação aumentam ainda mais o risco de lesão do ouvido. O porco pode ser uma fonte de várias doenças e parasitas e, quando a carne está crua e não é tratada adequadamente, costuma conter toxinas perigosas, vermes e enfermidades latentes. O vírus H1N1, chamado de Influenza A, se desenvolve no organismo dos porcos e pode ser transmitido ao homem por meio do consumo de carne malcozida. Alguns parasitas conseguem adentrar o organismo humano através da Cães e gatos podem transmitir doenças de pele, O organismo reage a entrada de micro-organismos como vírus e bactérias, parasitas ou fungos. A presença destes parasitas que produzem a alergia também pode desencadear a produção de mais imunoglobulina E (IgE), que é um tipo de anticorpo. As toxinas produzidas pelos parasitas podem provocar reações alérgicas na pele como .

As infecções da pele causada por fungos parasitas são as chamadas micoses.

Os medicamentos via oral para o tratamento de infecções fúngicas da pele são indicados em casos mais graves, em que as infecções tenham atingido as camadas mais profundas da pele. Informações sobre os parasitas (características principais) Eles são considerados agressores, pois prejudicam o organismo hospedeiro através do parasitismo. Os microrganismos podem ser divididos em vírus, bactérias, fungos e parasitas, cada qual com suas características particulares. Isso mesmo, existem fungos que são parasitas, isto é, que obtêm nutrientes de outros seres vivos, prejudicando-os, causando doenças ou até a morte de plantas e animais, inclusive seres humanos. Micoses de pele e Frieiras Muitos fungos parasitas são causadores de micoses de pele, do couro cabeludo, das unhas ou são culpados pelas frieiras nos pés. Os vírus, bactérias, protozoários e fungos estão englobados na categoria de microrganismos, seres vivos que só podem ser visualizados com a ajuda de um microscópio. Esses microorganismos estão presentes no ar, no solo e no corpo humano.Os microorganismos podem causar algumas doenças aos seres humanos, por isso são considerados agentes patogênicos. Além disso, existem vírus que causam doenças mais graves, como poliomielite e Aids.Bactérias – As bactérias são microorganismos unicelulares. As bactérias que atingem os seres humanos podem causar tuberculose, cólera, difteria, cáries dentárias, pneumonia e doenças sexualmente transmissíveis.Protozoários – Os protozoários são organismos unicelulares. Uma doença que pode ser causada por protozoário é a Malária, causada pelo parasita da malária.Fungos – Os fungos podem causar diversas doenças, como cândida e micoses. Os parasitas quando se alojam em nossos órgãos desencadeiam sinais que podem ser confundidos com outras doenças, e, com isso, o tratamento adequado não é aplicado assertivamente. DOENÇAS CAUSADAS POR FUNGOS Os microfungos ou cogumelos microscópicos podem causar no homem doenças denominadas micoses, do mais variados tipos. É por isso que alimentos cozidos estragam, quando são mantidos fora de ambientes refrigerados.c) Fungos Os fungos são seres vivos micro ou macroscópicos. vírus Todos os vírus são parasitas e alguns podem causar doenças aos seres humanos, como os que causam a catapora e a gripe. Algumas bactérias também podem causar doenças, mas outras podem acabar sendo úteis.