Remédios: Resumo da aula Relações ecológicas entre os seres vivos (Parte 2)

Posted on

Nós sabemos que na natureza, nenhuma espécie existe de forma isolada, ou seja, mantemos relações mais ou menos próximas e que podem estar associadas a nossa sobrevivência e reprodução.

Essas relações ecológicas, podem ser classificadas em: Relação Harmônica Intraespecífica Exeggutor Relação Harmônica Interespecífica Mantine (raia) e Remoraid (rêmora) 2. 7) (UFPI-adaptada) - Dos tipos de relações ecológicas seguintes, o único que ocorre exclusivamente entre organismos da mesma espécie é: a) Inquilinismo; b) Herbivoria; c) Mutualismo; d) Sociedade; e) Parasitismo. Resolução:Dessas relações, a única que acontece com indivíduos da mesma espécie é a sociedade. Entre as plantas podem acontecer relações intraespecíficas desarmônicas, como por exemplo a competição por nutrientes. Boa parte das espécies inseridas em uma comunidade biológica está de alguma forma relacionada e essas relações podem ser tanto maléficas para um dos lados, como benéficas para os dois. Herbivorismo e Predatismo: nessas duas relações há o consumo direto de uma espécies pela outra, ou seja, um indivíduo se alimenta de outro. Por outro lado aparecem as relações interespecíficas, como o próprio nome já sugere, a interação acontece entre indivíduos de espécies diferentes. Para falar um pouco mais sobre esse tipo de relação, deve ser levado em consideração que os indivíduos são da mesma espécie. Nas relações interespecíficas desarmoniosas entre as espécies, cinco tipos aparecem como as principais.

Resumo da aula Relações ecológicas entre os seres vivos

  • Competição: disputa entre indivíduos da mesma espécie por territórios, parceiros sexuais, comida, dentre outros. Acontece em quase todas as espécies. Exemplo: peixes de cativeiro disputam a comida.

Relações desarmônicas Trata-se da relação que favorece uma espécie e lesa a outra, também pode ser intra-específicas ou inter-específicas.

Relações intra-específicas ou homotípicas Competição intra-especifica É a competição entre seres da mesma espécie, que rivalizam por alimento e território. Canibalismo O canibalismo é a relação entre indivíduos da mesma espécie, onde um dos seres mata e come outro indivíduo de sua espécie. Competição Interespecíficas Esta competição acontece entre os indivíduos de espécies diferentes e que vivem no mesmo ambiente e disputam o mesmo nicho ecológico, por exemplo, cobras e corujas. Predatismo Esta relação ocorre entre indivíduos de espécies diferentes, onde o indivíduo maior, denominado predador, persegue e devora outro de uma espécie diferente, denominada presa, para se alimentar. Esta relação ocorre entre indivíduos de espécies diferentes, sendo que uma delas, denominada parasita, habita no interior ou no exterior de outra espécie, denominada hospedeiro. Relações Ecológicas Quando um ser vivo procura um habitat, espera en­contrar um local adequado para a nidação, com água, abrigo e alimento. Ambas se subdividem em: intra-específicas ou homotípicas (população) – relações ocorridas entre seres de mesma espécie; interespecíficas ou heterotípicas (comunidade) – relações ocorridas entre seres de espécies di­ferentes. Relações intraespecíficas (homotipicas) harmônicas (positivas) Reunião Ocorre o encontro ao acaso de indivíduos da mesma espécie na busca de um favorecimento individual. Relações harmônicas e desarmônicas O conjunto de populações, como já sabemos, é cha­mado de comunidade (ou biocenose), em que a relação ecológica entre os organismos vivos é muito mais evi­denciada.

As Diferentes Relações Entre as Espécies

  • Intraespecíficas ou Homotípicas: para seres da mesma espécie.
  • Interespecíficas ou Heterotípicas: para seres de espécies diferentes.

Foresia Nessa relação uma espécie transporta outra, como em todas as relações comensais, em que um dos indivíduos é neutro.

Relações ecológicas interespecíficas – desarmônicas ou negativas Competição interespecífica Parasitismo Nesse tipo de relação ecológi­ca, um organismo denominado pa­rasita retira do hospedeiro substân­cias necessárias para o seu meta­bolismo. Dessa forma, as relações ecológicas podem ser divididas em intraespecíficas (aquelas entre seres da mesma espécie) e interespecíficas (entre espécies diferentes). A competição existe tanto entre indivíduos da mesma espécie quanto de espécies diferentes e constitui a mesma interação. Grupo 1 Texto Relações Ecológicas entre Seres Vivos, produzido pelo site Ambiente Brasil. Entre o rato e as pulgas, entre os carrapatos e os piolhos e entre o gavião e o rato existem relações interespecíficas denominadas, respectivamente: a) Inquilinismo, competição e predatismo. 4) Dos tipos de relações ecológicas seguintes, o único que ocorre exclusivamente entre organismos da mesma espécie é: a) Inquilinismo. As ações dos caramujos e dos patos e marrecos introduzidos em regiões endêmicas são respectivamente exemplos de relações ecológicas do tipo: a) Parasitismo - amensalismo. As relações ecológicas estabelecidas por árvore-formigas e formigas-cupins podem ser denominadas, respectivamente: a) Protocooperação e competição. As relações ecológicas interespecíficas ocorrem entre indivíduos de espécies diferentes.

Dos tipos de relações ecológicas seguintes, o único que ocorre exclusivamente entre organismos da mesma espécie é:a) Inquilinismo;b) Herbivoria;c) Mutualismo;d) Sociedade;e) Parasitismo.

  • Sociedade: indivíduos independentes, organizados e cooperando nos cuidados da prole e manutenção do grupo. Exemplos: abelhas, formigas e cupins;
  • Colônia: indivíduos associados anatomicamente e dependentes que repartem funções. Exemplos: corais;

RELAÇÕES INTERESPECÍFICAS DESARMÔNICAS Predação (ou predatismo) Nesse caso uma espécie animal captura, mata e come indivíduos de outra espécie animal – conhecidas como presas.

As relações ecológicas entre os seres vivos poder ser de dois tipos: harmônicas e desarmônicas. No caso das relações desarmônicas são aquelas em que um dos indivíduos tem prejuízo na relação. Essa relação poder ser ainda interespecífica, onde há interação entre indivíduos de espécies diferentes; e intraespecíficas, onde as interações ocorrem entre indivíduos da mesma espécie. Podemos encontrar, nos ecossistemas, relações destes tipos: I. Um pólipo de coral não vive sozinho sem fazer parte de um grupo de indivíduos da sua espécie. As relações ecológicas acima descritas podem ser classificadas, respectivamente, como: a) Colônia, mutualismo, amensalismo. (UEM) No planeta Terra existem muitas plantas e animais, inclusive os humanos, além de numerosos microrganismos, que mantêm relações uns com os outros e com o ambiente em que vivem. Nesta cadeia alimentar, verificam–se relações desarmônicas interespecíficas de competição entre corujas e cobras e de predatismo dos coelhos. As relações ecológicas que ocorrem entre as abe­lhas na colmeia e entre as abelhas e as flores, no processo de polinização são, respectivamente: a) Sociedade e Mutualismo. Com relação a exemplos de relações ecológicas, assinale o que for correto.

Tipos de Relações Ecológicas

(UCB) As relações ecológicas são formas de interação entre os seres vivos.

Com relação aos tipos de relações ecológicas, julgue os itens subsequentes. Estas relações são classificadas como relações intraespecíficas, quando ocorrem entre indivíduos da mesma espécie, ou interespecíficas, quando ocorrem entre indivíduos de espécies diferentes. A competição intraespecífica ocorre quando indivíduos da mesma espécie disputam por um ou mais recursos no ambiente, como água, alimento, luz solar, parceiros para a reprodução etc. Outras relações intraespecíficas: As relações entre indivíduos de diferentes espécies podem ir desde uma espécie que se alimenta de outra até a dependência mutua dos indivíduos envolvidos. Sempre existem relações ecológicas entre as inúmeras espécies que habitam o nosso planeta. Essas relações ecológicas podem ocorrer entre seres da mesma espécie (intra-específica) ou entre espécies diferentes (interespecífica). Além do predatismo, as relações ecológicas desarmônicas de parasitismo e de competição também são importantes para o controle populacional dentro dos diversos ecossistemas da Terra. Existem muitas formas diferentes de parasitismo, no entanto, os mais conhecidos são os exemplos da relação interespecífica, em que o parasita retira nutrientes do hospedeiro causando-lhe prejuízos. Predatismo: relação ecológica desarmônica O que são São as relações existentes entre os seres vivos ou entre estes e o meio ambiente.

Apresentação em tema: “PROF. HYGOR ELIAS. PARASITISMO RELAÇÃO ECOLÓGICA INTERESPECÍFICA DESARMÔNICA, ONDE A ESPÉCIE BENEFICIADA ( O PARASITA) VIVE ÀS CUSTAS DA ESPÉCIE PREJUDICADA.“— Transcrição da apresentação:

Estas relações podem ser harmônicas, quando não ocorre prejuízo entre as espécies envolvidas ou desarmônicas, quando uma espécie sai em vantagem em detrimento da outra.

Principais relações ecológicas Comensalismo É uma relação ecológica entre seres vivos de espécies diferentes onde uma espécie se beneficia no aspecto alimentar sem prejudicar a outra. Mutualismo É uma relação ecológica harmônica entre seres vivos de espécies diferentes onde ambas são beneficiadas na relação. denominadas relações intraespecíficas, entretanto quando a relação ocorre relações desarmônicas.O amensalismo é uma relação intraespecífica na qual um ser vivo produz e libera uma substância que prejudica o crescimento da outra. relações favoráveis e desfavoráveis nas interespecífcas INTRAESPECÍFICAS…………………………………………………………………………………………………. COOPERAÇÃO Os indivíduos de uma população podem agrupar-se e Essas relações podem ser intraespecíficas, quando acontecem entre seres da mesma espécie, ou interespecíficas, quando acontecem entre seres de espécies diferentes. (UEA) As relações ecológicas desarmônicas são importantes para o controle populacional, pois afetam diretamente o tamanho das populações das espécies envolvidas na relação. São relações ecológicas desse tipo: a) Competição, comensalismo e mutualismo. Considerando as relações entre os seres vivos, encontram-se no texto exemplos, respectivamente, de: a) Parasitismo e predatismo.

a) A protocooperação é um exemplo de relação intraespecífica desarmônica, em que dois seres de espécies diferentes mantêm relações obrigatórias e benéficas, e não conseguem viver independentes.

c) A competição é um exemplo de relação interespecífica harmônica, em que os indivíduos não são prejudicados quando competem por alimento e luz. e) O inquilinismo é um exemplo de relação intraespecífica desarmônica, em que dois seres de espécies diferentes mantêm relações benéficas, mútuas e obrigatórias, e conseguem viver de forma independente. (INSTITUTO FEDERAL DE SÃO PAULO) Muitos seres vivos estabelecem relações ecológicas entre si e podem ter benefício ou prejuízo ou ainda ser indiferentes na relação. Alguns exemplos dessas relações foram descritas a seguir. Descrevemos, abaixo, algumas relações entre seres vivos numerados de I a V e uma lista de tipos de associações biológicas, precedidos por um numeral. (UFSCAR-SP) A seguir estão descritas algumas relações entre seres vivos: I – A rêmora acompanha o tubarão de perto e fica presa a ele por uma ventosa. Predatismo – É uma interação desarmônica na qual um indivíduo geralmente maior persegue mata um ou mais indivíduos de outra espécie para se alimentar. Os diferentes tipos de interações, harmônicas e desarmônicas, são subdivididos, ainda, em intraespecíficas, quando ocorrem entre organismos da mesma espécie, e interespecíficas, quando os organismos envolvidos são de espécies distintas. Como exemplos de relações harmônicas interespecíficas cita-se o comensalismo, o inquilinismo, o mutualismo e a proto-cooperação. Como relações desarmônicas intraespecíficas, tem-se os exemplos do canibalismo e a competição. Como relações desarmônicas interespecíficas, tem-se os exemplos do amensalismo, a competição, o parasitismo e o predatismo. As relações ecológicas que estão descritas nos itens acima são classificadas, respectivamente, como: a)      Inquilinismo; b)      Herbivoria; c)       Mutualismo; d)      Sociedade; e)      Parasitismo. A ação dos caramujos e dos patos e marrecos introduzidos em regiões endêmicas, são respectivamente exemplos de relações ecológicas do tipo: a) parasitismo - amensalismo. Essas formigas impedem, por exemplo, que cupins subam nas árvores e se alimentem das folhas.As relações ecológicas estabelecidas por árvore-formigas e formigas-cupins podem ser denominadas, respectivamente, a) comensalismo e mutualismo. a) Identifique, entre as diferentes relações descritas no texto, dois exemplos de parasitismo. 20) Os organismos ORQUÍDEAS, BROMÉLIAS, CIPÓ-CHUMBO e LEGUMINOSAS são encontrados, geralmente, envolvidos nas relações ecológicas a seguir, respectivamente: a) parasitismo, parasitismo, parasitismo, mutualismo.