Pesquisa de Parasitos e Alimentos em Água, inscrições até 30/04

Posted on

O exame de fezes pode ser solicitado pelo médico para avaliar as funções digestivas, quantidade de gordura nas fezes ou ovos de parasitas, por exemplo.

O material para o exame de fezes pode ser guardado na geladeira dependendo do exame a ser feito mas o laboratório poderá esclarecer esta dúvida. No caso do exame de fezes parasitológico e no exame de fezes para pesquisa de sangue oculto as fezes podem ser guardadas na geladeira por até 24 horas. O exame de fezes para pesquisa de sangue oculto serve para avaliar pequenas quantidades de sangue nas fezes que podem não serem vistas a olho nu. O resultado do exame de fezes depende do tipo de exame realizado e pode indicar presença de vermes, sangue nas fezes e presença de gordura, por exemplo. Métodos para pesquisa de parasitos no sangue: exame a fresco e preparações coradas. Os exames mais comuns são o de sangue, conhecido como hemograma e os exames de fezes e urina. RESUMO Este trabalho comparou a sensibilidade das técnicas de Bailenger e Yanko modificada para detecção de ovos, cistos e oocistos de parasitos em amostras de água. No inicio, 313 crianças foram inscritas para o exame e o material para coleta de fezes foi entregue às mães durante a segunda semana de maio de 2005. O exame macroscópico permite a verificação da consistência das fezes, do odor, da presença de elementos anormais, como muco ou sangue, e de vermes adultos ou partes deles.

Até parasitas de fezes humanas, aponta pesquisa. Amostras foram colhidas em 14 regiões do DF

  • Avaliação das funções digestivas;
  • Dosagem da gordura fecal;
  • Pesquisa de sangue oculto;
  • Pesquisa de ovos de parasitas;
  • Coprocultura.

Colocar o material assim preparado, com a abertura voltada para baixo, num cálice de sedimentação, contendo água aquecida (45°C), em quantidade suficiente para entrar em contato com as fezes.

O diagnóstico laboratorial feito através do exame comum de fezes é falho, pois somente em 5% dos casos são encontrados ovos ou vermes adultos. Amostras frescas são utilizadas na pesquisa de ovos e larvas de helmintos e cistos de protozoários pelos métodos parasitológicos de rotina. Estes, liberados nas fezes da pessoa adoecida, podem se espalhar na água e vegetais que, sem a devida higienização antes de ser ingeridos, podem causar a doença. Caso seja confirmada a doença, que é percebida através da identificação de cistos ou trofozoítos no exame de fezes, o médico inicia o tratamento com medicamentos específicos. Entretanto, não existe um método de exame de fezes capaz de evidenciar todos os ovos, larvas de helmintos ou cistos e trofozoítos de protozoários intestinais. Em ambas as fases, os métodos sorológicos podem ser utilizados (reação de precipitação, imunofluorescência indireta, hemaglutinação indireta, ELISA). A contaminação por estes parasitas se dá pela ingestão de seus ovos, geralmente encontrados no solo, água, alimentos contaminados e no contato com fezes humanas contaminadas. A fonte primordial de infecção são as fezes contaminadas com ovos, que são adquiridos por meio da ingestão de alimentos e água potável contaminados. Quando os vermes parasitas helmintos entram no estágio adulto, não podem se multiplicar no corpo humano, mas liberam seus ovos no intestino que são excretados nas fezes do hospedeiro.

Exame parasitológico de fezes: estudo comparativo entre os métodos Coprotest, MIFC, Baermann e Kato / Parasitologic feces analysis: a comparative study using Coprotest, MIFC, Baermann and Kato methods

  • Fezes diarreicas – Giardia 30 min – estrongiloidíase com exame de larvas vivas imediatamente após a emissão das fezes

A detecção de rotina de ovos e parasitas intestinais requer exame de pelo menos três amostras de fezes, preferivelmente coletadas em dias alternados, ou em 3 dias consecutivos.

Se houver suspeita de giardíase ou estrongiloidíase em pacientes com exame de fezes negativo, aspirados duodenais ou testes de cordão podem ser realizados. O diagnóstico pode exigir exame de 3 a 6 amostras de fezes e métodos de concentração (ver TABELA 161.1). A. duodenale e N. americanus produzem ovos de formato oval e casca fina que são facilmente detectados em exame de fezes a fresco. Os testes de anticorpos (serologia) Os testes serológicos são utilizados para a detecção de anticorpos no sangue que são produzidas pelo corpo em resposta a uma infecção por malária. Modo de transmissão: Direta, pela contaminação das mãos e conseqüente ingestão de cistos existentes em dejetos de pessoa infectada; ou indireta, através de ingestão de água ou alimento contaminado. O diagnóstico de laboratório é feito pelo exame de fezes, no qual podem ser encontradas formas vegetativas da giárdia. Como tal, os exames de sangue são dos métodos de diagnóstico mais utilizados. Direta, pela contaminação das mãos e consequente ingestão de cistos existentes em dejetos de pessoa infectada; ou indireta, através de ingestão de água ou alimento contaminado. Este exame é recomendado em determinadas situações, como: Os exames de fezes normalmente realizados são: protoparasitológico, cultura de fezes, pesquisa de sangue oculto, pesquisa de Isospora sp.

PRESENÇA DE OVOS, CISTOS E OOCISTOS DE PARASITAS EM AMOSTRAS DE ÁGUA DO IFNMG - CAMPUS SALINAS, ATRAVÉS DE DUAS TÉCNICAS DE DETECÇÃO

  • Pesquisa do parasito (cistos / trofozoitos) nas fezes
  • Teste sorológico positivo
  • Retrosigmoidoscopia (biópsia)
  • Pesquisa de coproantígenos ou Acs (ELISA, RIFI)

Exame parasitológico de fezes Aspectos macroscópicosCor Odor Consistência Presença de: Muco Sangue Pus Larvas, vermes adultos ou fragmentos de vermes 15

Diagnóstico Parasitológico (direto): Pesquisa de microfilárias: O diagnóstico parasitológico é realizado com métodos que visam a detecção da mf no sangue periférico. O desenvolvimento destes métodos ampliou a sensibilidade de detecção dos indivíduos infectados pela Wuchereria bancrofti, auxiliando tanto no tratamento de pacientes assintomáticos, como na erradicação da doença. Determinada pela presença de parasitos circulantes em exames parasitológicos diretos de sangue periférico (exame a fresco, esfregaço, gota espessa). Material e Métodos Foram utilizados para este estudo animais do gênero Cebus sp, adultos (seis machos e nove fêmeas), clinicamente saudáveis e pertencentes ao Parque Zoobotânico de Teresina. O diagnóstico é feito através do exame de fezes para detecção de ovos, e biópsia para localização de larvas migratórias. Amostras formadas técnicas de concentração Exame de fezes coradas pelo lugol oocistos, cistos, ovos, larvas Amostras mucosas, liquefeitas ou pastosas 42 -Métodos qualitativos4- MÉTODO HOFFMAN, PONS & JANER – 1934 (sedimentação espontânea) Fundamenta-se na sedimentação espontânea do material fecal diluído em água sob a ação da gravidade. Outros Métodos utilizados no diagnóstico dos parasitos16- MÉTODO DE HARADA-MORI (Cultura de Fezes para Larvas) Cultura para larvas de helmintos em papel-filtro em tubo de ensaio contendo água destilada. O exame coproscópico de um simples esfregaço feito com fezes e solução fisiológica, em lâmina de microscopia, é suficiente.

Exame de fezes para pesquisa de sangue oculto

MANUSEIO DAS AMOSTRAS Amostras de Fezes  Evitar o contato com a pele; Após o exame do material colocar a amostra em solução desinfetante e posteriormente recipiente de descarte.

Material fecal inadequadamente colhido, velho ou mal preservado - pequeno valor diagnóstico  Exame macroscópico das fezes deve sempre preceder ao exame microscópico. Métodos de Preservação mais comuns :1 – Frio: as fezes são mantidas em geladeira ou em caixas contendo gelo e serragem. Sempre que possível deve ser enviado ao laboratório quantidade satisfatória de material como vários milímetros de pus, exsudato, fezes ou sangue. Quando os ovos de vermes são ingeridos, chegam ao intestino onde se tornam larvas e podem migrar para outras partes do corpo através do sangue: Sintomas de vermes Para diagnosticar a infestação com vermes parasitas, o médico examina as fezes para encontrar: Exames de sangue O diagnóstico da malária é feito através da pesquisa do parasito no sangue, por técnica de gota espessa ou pelo esfregaço de sangue. Os métodos de diagnósticos mais utilizados nesta fase são: Exame de sangue a fresco: utiliza uma gota de sangue colocada entre a lâmina e a lamínula. Exame de sangue em gota espessa: favorece a detecção do parasito, pois concentra maior quantidade de sangue em um mesmo espaço. São utilizados métodos eficazes na pesquisa dos helmintos e protozoários, ovos e oocistos.

História dos métodos de diagnóstico para a doença de Chagas

A descrição das técnicas dos métodos e das colorações utilizadas no exame parasitológico de fezes encontra-se no livro de Parasitologia Clínica (DE CARLI, 2007).

MÉTODOS PARASITOLÓGICOS PARA O EXAME DO SANGUE E OUTROS TECIDOS Diagnóstico Através da realização de exame de fezes, que deve sempre ser pedido quando o animal apresentar diarréia com sangue ou outra doença do cólon. O diagnóstico da teníase é feito através do exame parasitológico de fezes, pela identificação dos ovos ou da proglote da tênia. Nos pacientes com cisticercose, o exame da fezes para pesquisa da tênia é importante, pois muitos pacientes contraem o cisticerco por auto-contaminação com os ovos presentes nas suas próprias fezes. Em quatro pacientes com exame parasitológico de fezes negativo (EPF), o aspirado foi positivo, ratificando sua importância quando há suspeita clínica de giardíase e o EPF é negativo. O exame parasitológico de fezes (EPF) foi realizado pelos métodos HPJ, Baermann-Moraes e Willis, tendo sido colhidas três amostras de cada paciente, em dias alternados. Em nosso estudo, quatro pacientes com EPF negativo tiveram aspirado positivo, confirmando a importância desse exame na detecção de G. lamblia. Hemorragias, com liberação de sangue em vômitos e fezes, e aumento do abdome (barriga d’água) são outras manifestações possíveis. Os métodos qualitativos são os mais utilizados, demonstrando a presença das formas parasitárias, sem, entretanto, quantificá-las.

Pesquisa de Parasitos e Alimentos em Água, inscrições até 3004

Para tecidos infecções invasivas, o seu médico pode também testar seu sangue para detecção de anticorpos seu corpo pode ter produzido para combater infecção por tênia.

O diagnóstico é feito através do exame parasitológico de fezes (leia: VERMES | EXAME PARASITOLÓGICO DE FEZES), que é capaz de detectar os ovos do Schistosoma. Se a suspeita de esquistossomose for grande, mas o exame de fezes for negativo, a biópsia do reto (porção final do intestino logo antes do ânus)  pode detectar os ovos. Questão 55 Os métodos de concentração para exame parasitológico de fezes visam a facilitar o encontro de parasitas. Detecção de Cryptosporidium em amostras fecais por técnica de Nested – PCR e comparação com métodos imunológicos e parasitológicos. Comparação de quatro métodos laboratoriais para diagnóstico da Giardia lamblia em fezes de crianças residentes em Belém, Pará. Entre os métodos diretos estão os métodos coproscópicos, os quais se baseiam na identificação dos ovos do parasito nas fezes do indivíduo. Para a confirmação, pode ser feito testes laboratoriais através da constatação e identificação microscópica de ovos em exame de fezes do cão, através do Método de Flutuação. Os métodos foram utilizados na tentativa de aumentar a sensibilidade para uma maior possibilidade de encontro dos parasitos nas suas mais variadas formas. DISCUSSÃO Foram utilizados três métodos com especificidades diferentes, potencializando a pesquisa, e possibilitando o encontro de parasitos de diferentes formas, biologia e pesos. al, (2008) foram utilizados dois métodos Hoffman e Faust,para pesquisa em solos e fezes, e entre eles o de Hoffman se mostrou mais sensível para diagnóstico (81,8%). MÉTODOS PARA DETECÇÃO DE PARASITAS PESQUISA DE OVOS DE HELMINTOS PELO MÉTODO “ ANAL – SWAB ¨ MODIFICADO (Graham 1941 ). É transmitida pela ingestão dos ovos infectantes do parasita, procedentes do solo, água ou alimentos contaminados com fezes humanas. A biópsia retal ou hepática, apesar de não estar indicada para utilização na rotina, pode ser útil em casos suspeitos, na presença de exame parasitológico de fezes negativo. O exame parasitológico mais simples é o que permite a detecção de ovos e larvas de helmintos e cistos de protozoários nas fezes frescas. A transmissão se dá pela Ingestão dos ovos infectantes do parasita, procedentes do solo, água ou alimentos contaminados com fezes humanas.