Sarcodíneos parasitas: a infecção importante para o homem é a amebíase (Parte 1)

Posted on

São muitas as espécies de platelmintos, habitando os mais variados ambientes, como mares, rios, lagos, solos úmidos e o interior do corpo de outros animais, vivendo como parasitas.

Essa classe é representada pelas espécies de planária, organismos que são encontrados em ambientes marinhos, em água doce (dulcícola) ou ainda em solos com bastante umidade. Todas as espécies dessa classe são parasitas de outras espécies, e a maioria realiza parasitismo em animais vertebrados. Esses platelmintos não apresentam sistema digestório e absorvem de seus hospedeiros os nutrientes por difusão, pela superfície do corpo, o que representa uma adaptação ao modo de vida parasitário. As tênias, também chamadas de solitárias, das espécies Taenia solium e Taenia saginata, são exemplos dessa classe que parasitam o homem. As espécies mais importantes para o ser humano são: Taenia solium e Taenia saginata. Esses animais podem atingir no intestino humano até 10 m de comprimento. OBS2: A cisticercose caracteriza-se quando o homem faz o papel de hospedeiro intermediário (do porco) , devido a ingestão de alimentos contaminados por ovos. Alguns possuem vida livre e outros parasitam animais Resposta: D O Schistosoma mansoni causa esquistossomose e possui como o hospedeiro definitivo os seres humanos  e como hospedeiros intermediários possuem os caramujos de água doce do gênero Biomphalaria.

Esses vermes em cachorros e gatos podem parasitar humanos?

  • Oligoquetas: são os anelídeos com poucas cerdas. As minhocas pertencem a este grupo.
  • Poliquetas: estes anelídeos têm muitas cerdas, vivem geralmente no mar.

Alguns têm vida livre, outros parasitam animais diversos, especialmente vertebrados.

Alguns nem tubo digestório têm e vivem adaptados à vida parasitária, absorvendo, através da pele, o alimento previamente digerido pelo organismo hospedeiro. O homem portador da verminose apresenta a tênia no estado adulto de seu intestino, sendo, portanto, o hospedeiro definitivo. O principal hospedeiro e reservatório do parasita é o homem sendo a partir de suas excretas (fezes e urina) que os ovos são disseminados na natureza. O desenvolvimento do parasita no homem leva aproximadamente 6 semanas (período de incubação), quando atinge a forma adulta e reprodutora já no seu habitat final, o sistema venoso. A liberação de ovos pelo homem pode permanecer por muitos anos. Alguns tem vida livre, outros parasitam animais diversos, Planaria ,tenia monoicas dioicas Platelmintos (filo Platyhelminthes) são vermes de corpo achatado e de pouca espessura. Há diversas espécies de vida livre, que se desenvolvem na água, com poucos centímetros de comprimento, e outras maiores, de meio terrestre úmido. Tênia Solium: um platelminto que parasita o ser humano Características Gerais Os platelmintos, também conhecidos popularmente como vermes, são animais pertencentes ao filo Platyhelminthes, reino Animália e subreino Metazoa.

Quais são os vermes mais comuns no corpo humano?

  • Parasita - Shistosoma mansoni
  • Sintomas - Alojam-se nos vasos do sistema porta – hepático, promovendo
  • hemorragias e conseqüente edema (barriga d’água); urrose hepática.
  • Transmissão - infestação passiva ou ativa.

Vivem em locais úmidos e, algumas espécies, parasitam animais (principalmente mamíferos).

Os membros do filo Platyhelminthes, conhecidos como vermes planos, são animais de vida livre e parasitas. Podem ser encontrados em ambientes aquáticos, terra úmida ou serem parasitas, sendo que algumas espécies podem infestar o Homem. Além do mais, existem algumas espécies com células epitélio-musculares e um sistema nervoso na forma de uma rede nervosa. A grande maioria dos turbelários é marinha, mas existem espécies de água doce e algumas formas terrestres em ambientes úmidos. A maioria dos turbelàrios move-se inteiramente através de cilios; as espécies grandes (policladidos) são marcantemente achatados e movem-se através dos cilios mais ondulação muscular sobre a grande superfície ventral. As espécies pequenas possuem um intestino simples com formato de saco com uma faringe simples ou bulbosa. A Taenia solium infesta o intestino do Homem, evoluindo até a fase de larva (cisticerco) no corpo do hospedeiro intermediário e terminam a evolução no hospedeiro definitivo. Teníase/cisticercose A teníase é provocada pela presença da forma adulta da Taenia solium ou da Taenia saginata, no intestino delgado do homem. Podendo atingir até oito metros de comprimento, as tênias são vermes parasitas, que vivem na carne do porco ou do boi e no intestino do homem.

Os Ascaris Lombricoides Tambem é Denominado Como Lombriga Parasita Do Intestino Humano Provoca A Doenca Denominada(a) Doenca de chagar (b) Cancer© Ascaridiase(d) Aids

  • Parasita - Echinococcus granulosus
  • Sintomas - Formação de cisto hidático
  • Transmissão - Ingestão acidental de ovos

Existem dois tipos de tênia: a Taenia solium, que parasita o porco e o homem, e a Taenia saginata, que parasita o boi e o homem.

A Taenia solium tem ventosas e ganchos com os quais se prende nas paredes do intestino do homem. Muitas espécies são de vida livre e vivem em ambiente aquático ou terrestre; outras são parasitas de plantas e de animais, inclusive o homem. Geralmente tem sexos separados, e as diferenças entre o macho e a fêmea podem ser bem nítidas, como no caso dos principais parasitas humanos. A seguir uma explanação sobre cada um deles: Os ancilóstomos são uma das espécies mais conhecidas (ancylostoma duodenale) e vive no intestino delgado do homem. Quando um homem anda descalço sobre a terra, as larvas podem penetrar em seus pés (principalmente entre os dedos) e entrar na corrente sangüínea. Esses ovos são eliminados juntamente com as fezes e podem contaminar a água e alimentos diversos. Quando uma pessoa engole ovos deste verme juntamente com alimentos crus, frutas mal lavadas e água contaminada, esses ovos alcançam o intestino, onde se rompem e liberam larvas. Esses ovos são eliminados juntamente com as fezes humanas e podem contaminar a água e alimentos diversos. Uma vez ingeridos por uma pessoa, esses ovos se rompem no intestino e liberam larvas, que se desenvolvem e se transformam em vermes adultos.

(Filo Platyhelminthes, Filo Nemertea, Filo Gnathosmotulida)

Existem várias espécies destes seres que parasitam os seres humanos.

Muitas espécies são de vida livre e vivem em ambiente aquático ou terrestre; outras são parasitas de plantas e de animais, inclusive o ser humano. Há mais de 10 mil espécies desse tipo de vermes catalogadas, mas cálculos feitos indicam a existência de muitas outras espécies, ainda desconhecidas. Ancilóstomos, lombrigas, oxiúros e filárias são alguns exemplos de nematelmintos que parasitam os seres humanos . Disponível na Internet em http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos2/nematelmintos.php Helmintos Helmintos ou vermes são animais metazoários muitos dos quais parasitos que vivem em várias partes do corpo humano. Filo, Platyhelminthes (Platelmintos) Classe Cestodas (vermes achatados) São endoparasitos desprovidos de epiderme, de cavidade geral e de sistema digestório. As tênias são vermes de corpo chato e largo, que vivem principalmente no intestino humano. Existem cerca de quarenta espécies, das quais as mais comuns no Brasil são a Taenia solium e a Taenia saginata. Os vermes adultos vivem fixados pela extremidade cefálica à parede do intestino humano. Principais filos dos invertebrados: Anelídeos Principais características: possuem corpo segmentado em anéis; sistema respiratório fechado; sistema nervoso ganglionar; simetria bilateral, corpo alongado.

Apresentação em tema: “Principais Grupos de Protozoários e Metazoários em que há Parasitos do Homem ou seus Vetores Prof. Ricardo Laino.“— Transcrição da apresentação:

Poríferos Principais características: alimentação realizada por filtração; vivem em água salgada ou doce; anatomia simples (não possuem músculos, órgãos internos e sistema nervoso); não possuem sistema digestório.

Platelmintos Principais características: possuem corpo em formato achatado; muitos são parasitas de animais (principalmente mamíferos); possuem gânglios nervosos; são popularmente chamados de vermes; Exemplos: esquistossomos, tênias e planárias. Taenias solium A Taenia solium é uma das espécies da classe Cestoda, que parasita o porco e o homem. Seu corpo é alongado, delgado e achatado, possuem ventosas e ganchos que servem para a fixação do verme nas paredes do intestino do hospedeiro. Ao ingerir carne de porco contaminada e mal cozida, o homem, hospedeiro definitivo, adquire o cisticerco que se aloja na parede intestinal e se desenvolve originando a fase adulta. A Taenia adulta presente no intestino do homem causa uma doença chamada teníase, que leva a uma série de perturbações como insônia, irritabilidade, diarréia, cólicas abdominais e náuseas. A cisticercose é uma doença adquirida pelo homem através da ingestão dos ovos da Taenia solium (nesse caso, o homem será o hospedeiro intermediário) ou por auto-infestação. Platelmintos são animais do filo Platyhelminthes (do grego platy, achatado + helmins, verme), pertencente ao reino Animalia. A transmissão ocorre pela ingestão de ovos do parasita, nos quais se formam larvas que perfuram a parede do intestino e penetram na circulação. As espécies importantes que parasitam os seres humanos são a Taenia solium e a Taenia saginata. b) O Schistosoma mansoni pertence ao Filo Platyhelminthes, assim como outros parasitas, como Taenia saginata, Taenia solium e Fasciola hepatica. Se o homem ingerir água com ovos de Taenia solium terá a doença conhecida como cisticercose. ; produção de grande número de ovos, resistentes a condições externas aumentando a probabilidade de sobrevivência das espécies; presença de cutícula resistente a substâncias produzidas pelo hospedeiro.