Dicas: Reprodução dos fungos – Assexuada e sexuada

Posted on

Com relação à malária e ao parasito causador desta endemia, assinale a alternativa CORRETA com relação aos tipos de reprodução do parasito ao longo de seu ciclo.

Na parede do estômago do inseto ainda ocorre uma reprodução assexuada, com liberação dos esporozoítos, que migram para as glândulas salivares do mosquito. Portanto, o ciclo do Plasmodium ocorrem em duas fases: Fase assexuada: que ocorre no interior dos glóbulos vermelhos. O parasito apresenta morfologia múltipla dependendo do habitat e estado evolutivo existem três formas infectantes no ciclo biológico: - Taquizoíto: pseudocisto; Forma de reprodução rápida, observado na fase aguda. - Bradizoíto: cistos; Forma de reprodução lenta, são intracelulares e observados na fase crônica. Já a reprodução sexuada requer a fusão de duas hifas haplóides, quando isso não ocorre, originam-se hifas geneticamente distintas denominadas dicários. Os fungos são classificados em quatro subdivisões:Zigomicetos – vivem no solo, formam esporos flagelados e menos frequentemente ocorre a reprodução sexuada sem formação dos corpos de frutificação. c) a fermentação ocorre principalmente durante a reprodução das leveduras, pois esses organismos necessitam de grande aporte de energia para sua multiplicação. Algumas estirpes mais agressivas do parasita podem matar o hospedeiro (organismo que o alberga), mas, ao matá-lo, não consegue completar o seu ciclo de vida. Os parasitas são organismos que dependem de outros para viver e muitos precisam de um hospedeiro para completar o ciclo de vida.

Os esporozoários compõem um grupo de protozoários parasitas que apresentam a característica de se reproduzir assexuadamente por esporos.Qual é a vantagem desse tipo de reprodução para os protozoários,especialmente os parasitas?Explique.

  • ciclo da malaria
  • profilaxia da malaria
  • malaria ciclo
  • malaria profilaxia
  • profilaxia malaria
  • ciclo malária
  • ciclo de vida da malária

Quando o hospedeiro primário caça e come o hospedeiro intermediário, o parasita completa o seu ciclo de vida.

c) os tipos de reprodução do parasito ao longo de seu ciclo; Dessa forma, o parasita intracelular “se vale” do processo reprodutivo da célula para se multiplicar e contaminar novas células do organismo vivo, retomando o seu ciclo. A reprodução ocorre através da alternância de gerações sexuada e assexuada e produção de esporos. Pode-se mover esse sistema e levar células até o parasita para observar como o processo de invasão ou ataque da leishmania ocorre. Normalmente os parasitos são específicos dos hospedeiros, mas existem espécies de parasitas que conseguem se instalar em duas ou mais espécies de hospedeiros durante o seu ciclo de vida. Já o macronúcleo, além de participar do processo de reprodução assexuada, atua também no metabolismo das células. A reprodução assexuada ocorre através da divisão binária transversal. A reprodução sexuada é chamada de conjugação, pois ocorre a união entre dois ciliados. A reprodução assexuada é muito mais frequente nos parasitas do que nas formas livres pelo que deve ter predominado nas espécies que antecederam as espécies parasitas.

Apresentação em tema: “VÍRUS Acelulares São parasitas intracelulares obrigatórios – só se reproduzem no interior de células vivas; Não apresentam metabolismo.“— Transcrição da apresentação:

  • Mixomycota: Grupo que abrange os fungos “gelatinosos”, típicos de ambientes úmidos e sombreados.
  • Eumycota: Neste grupo incluem-se três classes principais: ficomicetos, ascomicetos e basidiomicetos.

Este tipo de ciclo de vida ocorre nos ciliados e também nos animais.

A reprodução sexuada ocorre, por exemplo, com o champignon, muito utilizado na culinária. Ex: Alga verde talosa do gênero Ulva O ciclo haplodiplobionte ocorre também nas algas e pode ser visto na página que trata de Gimnospermas. Algumas doenças causadas por parasitas ocorrem através de vetores, que são organismos que podem estar infectados com o parasita e que serão responsáveis por transmiti-lo ao hospedeiro final. Isso ocorre uma vez que essas condições favorecem a multiplicação dos parasitas e dos vetores e tornam o hospedeiro mais suscetível à infecção. Isso ocorre porque as larvas do parasita penetram na pele do pé e entram na circulação sanguínea do hospedeiro, infectando-o. Alguns parasitas apresentam um único hospedeiro em seu ciclo de vida. Os parasitas heteroxenos têm mais de um hospedeiro em seu ciclo de vida. Na parede do estômago do inseto ainda ocorre uma reprodução assexuada, originando novos esporozoítos (formas infectantes do protozoário) que migrarão para o aparelho bucal do inseto. Estas lombrigas se reproduzem sexuadamente, formando novos ovos que, junto às fezes, podem retornar ao ambiente e iniciarem um novo ciclo.

Explique como ocorre a ação dos parasitas sobre os hospedeiros.

  • As características gerais dos protozoários
  • Plancton
  • Classificação
  • Reprodução dos protozoários
  • Algumas curiosidades

Assim, o parasito pode completar seu ciclo de vida de forma mais eficiente.

Assim, pode fazer sentido para os parasitas evitar prejudicar seus hospedeiros e parasitas que aumentam a vida útil do hospedeiro podem se sair ainda melhor. os peixes e favorece a infestação; h) a reprodução destes parasitos ocorre No caso, a reprodução sexuada ocorre dentro do mosquito. Veja na ilustração abaixo como ocorre a reprodução sexuada nos protozoários As relações ecológicas interespecíficas são aquelas que ocorrem entre indivíduos de espécies diferentes. REPRODUÇÃO ASSEXUADA É o processo mais simples de multiplicação, pois A reprodução ou replicação dos bacteriófagos, assim como os demais vírus, ocorre somente no interior de uma célula hospedeira. Dependendo da fase do ciclo de vida em que se encontram, podem viver tanto na superfície da pele do cão como no ambiente. Quando o parasita passa a habitar no interior do hospedeiro definitivo, ele pode se fixar no fígado, na vesícula, no intestino ou bexiga do homem, causando, desta forma, vários danos. O homem se infecta durante a hematofagia, quando o barbeiro elimina os tripomastigotas metacíclicos (ultima fase do ciclo evolutivo deste flagelado antes de se tornar Trypanosoma) em suas fezes.

*Reprodução dos poríferos: pode ser assexuada ou assexuada

a) Intestino delgado, onde ocorre a absorção de nutrientes.b) Adquire-se pela ingestão de cistos do protozoário em alimentos e água contaminados.c) Cissiparidade (reprodução assexuada).

• Reprodução assexuada: muito comum nos fungos, pode ocorrer pela fragmentação do micélio (cada fragmento origina novo organismo) ou pela produção de esporos assexuais. • Reprodução sexuada: ocorre entre dois esporos móveis ou não, em que três processos se sucedem: a) Plasmogamia: fusão dos protoplasmas, resultante da anastomose de duas células. Outros fungos devem passar parte de seu ciclo de vida como parasitas de seu hospedeiro e parte como saprófitas sobre os tecidos mortos depositados no solo. Ciclo biológico: Os ovos dos ancilostomídeos depositados pelas fêmeas, no intestino delgado do hospedeiro, são eliminados para o meio exterior através das fezes. Neurocisticercose: Ocorre por três processos: presença de cisticerco no parênquima cerebral ou nos espaços liquóricos; pelo processo inflamatório decorrente; ou pela formação de fibrose, granulomas e calcificações. A regeneração, um tipo de reprodução assexuada, ocorre, por exemplo, nas planárias. Ao mesmo tempo, a adoção de programas racionais de polinização em áreas agrícolas pode contribuir para o manejo correto de algumas espécies, beneficiando todos os envolvidos no processo de produção. apenas um hospedeiro está envolvido; e ciclo heteroxênico, quando dois ou mais É importante ressaltar que nesta fase não há a reprodução do parasita e está presente na fase aguda da doença.

Reprodução dos fungos – Assexuada e sexuada

Esta forma está presente na fase crônica da doença, e há a presença de reprodução assexuada (por divisão binária).

O produto dessa reprodução cairá novamente no sangue, na forma de tripomastigota, e podem atacar outras células, ou serem absorvidos por um novo inseto, através da picada. No seu processo de reprodução, os vírus contam com dois tipos de ciclos: o ciclo lisogênico e o ciclo lítico. Através da circulação do hospedeiro o parasita acaba por lhe infectar o fígado e o baço, multiplicando-se por reprodução sexuada. A reprodução sexuada ocorre com a aproximação de duas hifas de indivíduos diferentes. Reprodução dos ascomicetos Tanto a forma assexuada quando a sexuada envolve a produção de esporos. Nos ascomicetos unicelulares, como as leveduras, a reprodução normalmente é assexuada pelo processo da gemulação. E eles se reproduzem assim: Neste processo alguns  vírus deixam uma parte do seu material genético com as células do ser vivo hospedeiro. Muitos executam essa tarefa através de complexos ciclos de vida, os quais normalmente envolvem mais de um hospedeiro ou formas de resistência que passa pelo ambiente externo. Por outro lado, no ciclo polixeno os parasitos são adaptados a utilizar mais de uma espécie como hospedeiro.